Como a Apata consegue manter tantos animais se não possui uma sede ou um canil?

Simples: com a ajuda das madrinhas, mantemos lares temporários!

São casas particulares ou sítios em que os animais ficam enquanto aguardam adoção.

As madrinhas ou empresas-madrinhas doam o valor que repassamos aos donos dessas propriedades para que eles mantenham os animais em segurança, com saúde e cuidados até serem adotados.

O lar temporário

um pouquinho do canil onde eles ficam

A Apata custeia ração e medicamentos, as madrinhas custeiam a hospedagem, o lar temporário entra com o espaço e o cuidado. Temos lares temporários voluntários também, mas são poucos. A maioria é pago.

Sempre temos mais animais do que madrinhas, então sempre precisamos de ajuda!

Para ser madrinha, é possível fazer a adesão à cobrança recorrente no cartão de crédito aqui ou realizar mensalmente a transferência bancária ou depósito no Banrisul.

O nome da madrinha ou a marca da empresa-madrinha são colocados na foto do seu afilhado no álbum de adoção. Veja como é o álbum aqui.

Quando um cão ou gato é adotado, a madrinha é avisada e pode escolher outro afilhado ou cancelar a ajuda.

É graças às madrinhas e empresas-madrinhas que mais de 1.500 cães e gatos puderam aguardar adoção em segurança, abrigados e alimentados!

Quer ser uma das nossas madrinhas? Sua empresa quer ser madrinha de um animal e vincular sua marca ao uma ação social superimportante? Mande uma mensagem para a gente!